Connect with us

Desporto

Benfica-FC Porto: ‘Azuis e brancos’ invictos há quase quatro anos

Agência Lusa

Publicado

|

O FC Porto não saiu a ‘sorrir’ de todos os últimos sete encontros futebolísticos com o Benfica, mas, estatisticamente, não perdeu nenhum deles e ostenta uma invencibilidade a caminhar para os quatro anos.



Após o 0-2 caseiro de 14 de dezembro de 2014, para a 13.ª jornada da I Liga, não mais os ‘dragões’ foram derrotados pelos ‘encarnados’, somando, desde então, três triunfos e quatro igualdades, sempre em jogos do campeonato.

A formação portista venceu o ‘jogo do título’ da época passada, na Luz, e ainda os dois embates da época 2015/16, seguindo-se três empates, dois em 2016/17 e um em 2017/18, depois do já registado na segunda volta de 2014/15.

O brasileiro Lima, que ‘bisou’, aos 36 e 56 minutos, continua na história como o marcador dos golos que selaram a última vitória do Benfica sobre o FC Porto, no Dragão, ainda com Jorge Jesus a comandar os ‘encarnados’.

Ainda assim, analisando os jogos e o efeito dos resultados, conclui-se que todos os empates tiveram sabor a vitória para o Benfica, o primeiro dos quais a zero, na 30.ª jornada da I Liga de 2014/15.

A formação ‘encarnada’ chegou ao encontro com três pontos à maior sobre os ‘dragões’, mais a vantagem no confronto direto (2-0 no Dragão) e saiu do encontro da Luz com o título na ‘mão’.

Na época seguinte, os dois clubes reencontraram-se em 20 de setembro de 2015, no Estádio do Dragão, para a I Liga, e os portistas levaram a melhor, com um golo de André André, agora no Vitória de Guimarães, a quatro minutos do final.

Após a quinta ronda, os ‘dragões’ ficaram, junto ao Sporting, quatro pontos acima do Benfica, mas as ‘águias’ recuperaram e, depois de 21 rondas, seguiam na frente, ao lado do Sporting e com mais seis pontos do que o FC Porto.

Ainda assim, na Luz, à 22.ª ronda, em 12 de fevereiro de 2016, e depois de Mitroglou adiantar os ‘encarnados’, venceram os ‘dragões’, de José Peseiro, com tentos de Herrera, aos 28, e Aboubakar, aos 65, e um ‘enorme’ Casillas.

Apesar dos dois triunfos portistas, no final, celebrou o Benfica, que chegou ao ‘tri’ com um recorde de 88 pontos.

Na época 2016/17, o primeiro encontro aconteceu em 06 de novembro de 2016 e a festa foi da formação ‘encarnada’, que se salvou do desaire no Dragão aos 90+2 minutos, graças a um golo do argentino Lisandro López.

Os portistas, que partiram para a 10.ª ronda já a cinco pontos dos então tricampeões, adiantaram-se por Diogo Jota, mas Lisandro ‘gelou’ o Dragão, servido por André Horta, na sequência de um canto cedido escusadamente por Herrera.

Quando as duas equipas se reencontraram, na segunda volta, à 27.ª ronda, o FC Porto tinha reduzido a diferença para um escasso ponto e poderia sair líder do Estádio da Luz, com sete jornadas por disputar.

Em 01 de abril de 2017, o Benfica começou melhor e marcou logo aos sete minutos, num penálti do brasileiro Jonas, mas, aos 49, o uruguaio Maxi Pereira, que depois de oito épocas de ‘águia’ ao peito rumou ao Dragão, restabeleceu a igualdade.

O empate favorecia os ‘encarnados’, mas o FC Porto ‘contentou-se’ em não perder, o que lhe seria fatal: nas seis rondas seguintes, o Benfica só perdeu pontos em Alvalade (1-1) e chegou ao ‘tetra’.

Na temporada passada, o primeiro ‘clássico’ aconteceu novamente no Dragão, à 13.ª ronda da I Liga, e voltou-se a registar uma igualdade, agora a zero, a 18 de dezembro, num jogo em que os locais foram melhores.

Os portistas foram apanhados na liderança pelo Sporting, mas mantiveram-se três pontos à frente dos ‘encarnados’, cenário que, entretanto, deu uma grande volta.

Na Luz, à 30.ª jornada, o Benfica chegou na frente, com um ponto à maior sobre o FC Porto, e lançado para alcançar um inédito ‘penta’, mas, aos 90 minutos, um golo do mexicano Héctor Herrera deu o triunfo aos ‘azuis e brancos’.

Com este resultado, os ‘dragões’ saltaram para a frente, com mais dois pontos do que os ‘encarnados’, e chegaram ao título sem problemas, até porque, duas rondas volvidas, o Benfica caiu com estrondo na receção ao Tondela (2-3).

Desporto

Varzim contrata médio Minhoca que jogava no Santa Clara

Agência Lusa

Publicado

|

O médio português Minhoca, que jogava no Santa Clara, da I Liga, vai reforçar o Varzim, anunciou hoje o clube da II Liga portuguesa de futebol.

O jogador, de 31 anos, natural dos Açores, esteve nas últimas duas temporadas no emblema de S. Miguel, tendo em 2018/19 participado em apenas sete partidas, sem golos.

O médio conta também no seu currículo com passagens anteriores pelo Santa Clara, ma também pelo Paços de Ferreira, União Micaelense e Marítimo.

Os poveiros garantiram, ainda, a contratação do defesa central brasileiro Lucas Lima, de 24 anos, que jogava no campeonato luxemburguês, ao serviço do Titus Petangé, depois ter feito formação no Goiás, do Brasil, e ter experiências no futebol espanhol e italiano.

Com estas duas contratações o Varzim assegurou já 11 reforços para a nova época, depois de Luís Pedro (ex-Penafiel), Tiago Cerveira (ex-União de Leiria), Felipe Augusto (ex-Sporting de Espinho), Glen Matondo (ex-Bobigny, França), Serginho (ex-Santa Clara), Levi Lumeka (ex-Crystal Palace, Inglaterra), Alan Henrique (ex-Sriwijaya, Indonésia) e Willan Dias (ex-Arouca).

Continuar a Ler

Desporto

Santa Clara e Desportivo das Aves ‘anulam-se’ nos Açores

Agência Lusa

Publicado

|

O Santa Clara e o Desportivo das Aves empataram hoje 0-0, em encontro da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, nos Açores.

A formação açoriana pontuou pelo quarto jogo consecutivo, depois de duas vitórias e um empate, e o conjunto da Vila das Aves pela terceira, após um triunfo e uma igualdade.

Na tabela, o Santa Clara segurou o oitavo lugar, agora com 32 pontos, enquanto o Desportivo das Aves subiu, provisoriamente, ao 12.º, com 26.

Continuar a Ler

Desporto

Aves joga nos Açores com estreante Varela nos convocados

Agência Lusa

Publicado

|

O sub-23 Varela estreou-se hoje nos convocados do Desportivo das Aves, para o jogo frente ao Santa Clara, em São Miguel, nos Açores, da 25.ª jornada da I Liga de futebol.

José Varela, extremo, de 21 anos, junta-se nos eleitos de Augusto Inácio aos também avançados Miguel Tavares e Abdoulaye Diallo, colegas nos sub-23 do Aves.

O experiente médio Braga cumpriu um jogo de castigo no jogo com o Boavista (vitória por 2-0), na última jornada, e volta a fazer parte das opções do técnico, assim como Falcão, recuperado de lesão.

Sem lesionados ou castigados no plantel, Augusto Inácio alargou a lista de convocados para a deslocação aos Açores a 21 elementos, três dos quais guarda-redes.

O Aves, no 13.º lugar, com 25 pontos, defronta o tranquilo Santa Clara, oitavo classificado, com 31, em São Miguel, nos Açores, no domingo, a partir das 14:00 (15:00 em Portugal continental).

Lista de 21 convocados:

– Guarda-redes: Quentin Beunardeau, André Ferreira e Fábio Szymonek.

– Defesas: Rodrigo, Mato Milos, Carlos Ponck, Diego Galo, Jorge Fellipe e Vítor Costa.

– Médios: Vítor Gomes, Rúben Oliveira, Ablaye Faye, Braga, Falcão e Fariña.

– Avançados: Derley, Mama Baldé, Luquinhas, Miguel Tavares, Varela e Abdoulaye Diallo.

Continuar a Ler

+ Populares