Connect with us

Cultura / Eventos

Governo dos Açores realiza seminário sobre cultura acessível e inclusiva

GACS

Publicado

|

O Governo dos Açores, através da Direção Regional da Cultura, na tutela da Secretaria Regional da Educação e Cultura, realiza segunda-feira, 17 de setembro, em Ponta Delgada, um seminário sobre “Cultura Acessível e Inclusiva”, no âmbito das comemorações do Ano Europeu do Património Cultural.



Este seminário, que vai decorrer das 09h30 às 17h00, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, é dedicado ao desenvolvimento de novos públicos nas iniciativas culturais, como forma de incentivar e apoiar os departamentos e os agentes culturais regionais na promoção de uma cultura inclusiva e acessível, através do intercâmbio de experiências e boas-práticas regionais e nacionais nas diversas áreas do património cultural.

Nesse sentido, serão abordadas as diferentes barreiras sociais, intelectuais, físicas, culturais e comunicacionais que dificultam o acesso à cultura, de modo a promover o envolvimento de diferentes públicos nos espaços culturais regionais, respeitando a diferença e a igualdade de oportunidades.

O programa do seminário inclui quatro painéis, sendo o primeiro, com início pelas 9h45, subordinado ao tema “Cultura e Território”, onde se debaterão a acessibilidade social e as questões relacionadas, nomeadamente, com o nível de escolaridade, a literacia, o desemprego e o isolamento social.

Este painel terá como moderadora Célia Pereira, Presidente do Conselho de Administração da Cresaçor e contará com as intervenções de Maria Leonor Couto, Coordenadora do Serviço Educativo, e de Valério Moniz, da Equipa de Sinalização do Património Cultural Imaterial do Museu Carlos Machado, que abordarão o projeto do “Museu Móvel”.

Seguir-se-á Susana Silvestre, Chefe de Divisão da Rede de Bibliotecas da Câmara Municipal de Lisboa e responsável pela Biblioteca de Marvila, que apresentará o tema “Biblioteca Humana: Não Julguem o Livro pela Capa”.

“Museus, Acessibilidades e Inclusão” será a última comunicação do primeiro painel, da responsabilidade de Clara Mineiro, do Departamento de Estudos, Projetos, Obras e Fiscalização da Direção-Geral do Património Cultural, a que se seguirá um debate.

Pelas 11h15 terá lugar o início o segundo painel, no qual, sob o tema “Cultura e Conhecimento”, serão abordadas a acessibilidade intelectual e a necessidade de todos os equipamentos culturais serem construídos e participados pelas pessoas, numa perspetiva de democratização, reforçando o seu valor educativo ao serviço de toda a sociedade.

Com esse objetivo, serão apresentadas formas de descodificar conteúdos e o acesso à informação, quebrar barreiras, e estimular a curiosidade e a descoberta.

Com moderação a cargo de Alexandre Pascoal, Presidente do Conselho de Administração do Teatro Micaelense, neste painel participam Ana Lúcia Almeida, Coordenadora do Serviço Educativo do Museu de Angra do Heroísmo, que apresentará “Um Museu para a Comunidade”, Ana Filipa Tomaz, responsável pelo Serviço Educativo da Trienal de Lisboa, que abordará o tema “Visitas para Pessoas com Deficiência Intelectual”, e Hilda Frias, Presidente da Associação Castelo d’If, que apresentará uma comunicação sobre “Arte Contemporânea – Criadores e Espaços de Criação Descomplicados”.

Estas intervenções serão seguidas de debate.

Pelas 14h00, decorrerá o terceiro painel, sobre o tema “Cultura Inclusiva”, moderado por Ana Catarina Gomes, Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Delegação da ACAPO-Açores, onde serão exploradas a acessibilidade cultural e as infraestruturas culturais, enquanto espaços de encontro para todos.

Os projetos irão abordar técnicas utilizadas para melhorar a acessibilidade cultural junto de diversos públicos, formas de seduzir, através da paixão pelo conhecimento, e procurar novas linguagens capazes de criar interações.

Este painel contará com as intervenções de Fátima Marques Pereira, Diretora do Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, que refletirá sobre a “Sensibilização para as Artes Contemporâneas”, seguindo-se João Herdade, arquiteto do Departamento de Museus, Conservação e Credenciação da Direção-Geral do Património Cultural, que apresentará uma comunicação sobre “Museus e Inclusão”, e Susana Cruz, Diretora da Tourism for All, que abordará o tema “Turismo Cultural”.

A estas intervenções seguir-se-á um debate.

Intitulado “Comunicação Acessível”, no quarto e último painel será explorado o discurso comunicativo, garantindo que, na sua diferença, cada um se sinta especial e perfeitamente integrado.

As intervenções deste painel demonstrarão ferramentas que apelam a vários sentidos, à qualidade da experiência vivida, à experiência pessoal e ao design universal.

Este painel terá como moderadora Madalena San-Bento, Diretora da Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, e contará com a participação de Ricardo Ávila, Técnico Superior da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, sobre o projeto “Serão de Contos Antigos”, Alfredo Martins, cofundador do Teatro Meia Volta e Depois à Esquerda Quando Eu Disser, que refletirá sobre “O Público vai ao Teatro”, e Rita Pires dos Santos, Vice-Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Acesso Cultura, que abordará o tema “Comunicação Cultural”.

Estas comunicações serão seguidas de debate, tendo lugar, pelas 17h00, a sessão de encerramento.



A entrada no seminário “Cultura Acessível e Inclusiva” é livre, mas está sujeita a inscrição, que devem ser feita através do link https://goo.gl/forms/zrac4HXlkxULUSFG2.

Inserindo-se nas iniciativas promovidas pela Direção Regional da Cultura no Ano Europeu do Património Cultural, que procuram pensar o património cultural na comunidade e construir um conceito de responsabilidade partilhada, este seminário faz parte de um conjunto de três, cujo propósito é debater na esfera pública regional questões relacionadas com o património mundial da UNESCO, a fruição das infraestruturas culturais por um público mais vasto e diversificado, e a preservação e a salvaguarda do património para futuras gerações.

O seminário “Cultura Acessível e Inclusiva” é o segundo a ter lugar em 2018, tendo o primeiro decorrido em julho, no Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico, tendo como tema “Património Mundial da UNESCO – Perspetivas Futuras”.

O terceiro está agendado para 9 de outubro, tendo como tema “As Alterações Climáticas e o Património Cultural”, e terá lugar no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço www.culturacores.azores.gov.pt.

Publicidade

Cultura / Eventos

Museu de Angra do Heroísmo promove concerto com o Quinteto de Carlos Alberto Moniz

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através do Museu de Angra do Heroísmo e no âmbito das comemorações do 70.º aniversário da sua criação oficial e do 50.º aniversário da sua instalação no Edifício de São Francisco, promove sábado, 30 de março, a realização de um concerto intitulado “Canções de Abril”, com o Quinteto de Carlos Alberto Moniz.

O concerto, com entrada livre, terá lugar na Igreja de Nossa Senhora da Guia, a partir das 21h30, retomando temas imortalizados pela Revolução dos Cravos, como ‘Trova do tempo que passa’ ou ‘Canta, canta, amigo canta’, a par de composições originais de Carlos Alberto Moniz e José Jorge Letria.

Para além de Carlos Alberto Moniz, na voz e viola, estarão em palco Domingos Silva (piano), Edu Miranda (bandolim e guitarra), João Ferreira (percussão) e Pedro Santos (acordeão).

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço www.culturacores.azores.gov.pt.

Fonte: GACS

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Biblioteca Pública Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, assinala Dia Nacional do Estudante

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, associa-se sexta-feira, 22 de março, às comemorações do Dia Nacional do Estudante.

A programação prevista para essa data, pelas 11H00, que também visa divulgar o Serviço de Leitura e Empréstimo Domiciliário, passa pela utilização do ‘Mannequin Challenge’, que consiste na realização de um vídeo onde um grupo de pessoas fica imóvel, como um manequim, durante um certo período de tempo.

Esta é uma forma de promover a interação dos leitores, nomeadamente os estudantes, com as atividades da biblioteca e de lhes dar a conhecer a Sala de Leitura e Empréstimo Domiciliário.

O Dia Nacional do Estudante foi promulgado pela Assembleia da República em 1987 e comemora-se anualmente a 24 de março.

A celebração da data pretende relembrar as dificuldades e os obstáculos enfrentados pelos estudantes na década de 60, aquando da crise académica vivida em Portugal.

Para além de uma homenagem aos estudantes, esta comemoração relembra que a Educação constitui um direito constitucional no nosso país.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço www.culturacores.azores.gov.pt.

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Açores associam-se às comemorações do Dia Mundial da Poesia

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através das Bibliotecas Públicas e Arquivos Regionais sob a sua tutela, associa-se às comemorações do Dia Mundial da Poesia, que se celebra anualmente a 21 de março.

Na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada está patente até 31 de março uma mostra de originais de cartas de amor e de manuscritos poéticos pertencentes ao acervo documental da instituição, e que se destina a comemorar conjuntamente o Dia de São Valentim, assinalado a 14 de fevereiro, e o Dia Mundial da Poesia.

Entre os documentos expostos estão cartas e poemas escritos por algumas personalidades ilustres da cultura, como Natália Correia, Vitorino Nemésio, Teófilo Braga e Almeida Garrett.

Com o objetivo de aproximar a poesia dos utilizadores da Biblioteca, será também apresentado um “varal de poesia”, com cópias das transcrições dos manuscritos poéticos expostos e de outros autores, convidando quem passa a ‘colher’ um poema.

Por seu lado, a Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, associa-se a estas comemorações, promovendo a realização de várias atividades.

Na quinta-feira, 21 de março, pelas 21h00, terá lugar a iniciativa “Poemas DiVersos”, que inclui a leitura de seis poetas contemporâneos por António Braga, Cláudia Cardoso, Dulce Brasil, Luís Peixoto, Nélio Lourenço e Sandra Garcia, e a realização do concerto “Florbela Espanca em Fado”, com Fábio Ourique, Tiago Lima, Pedro Morais e Paulo Cunha, num momento em que se recordarão o 125.º aniversário do nascimento da poetisa.

Para além deste evento, a Biblioteca promove, de hoje até 23 de março, a realização de uma mostra de livros de poesia que visa dar a conhecer e divulgar este género literário junto dos leitores.

Fonte: GACS

Continuar a Ler

+ Populares