Connect with us

Regional

Presidente do Hospital de Angra quer esclarecer verdade sobre transporte de doentes

Agência Lusa

Publicado

|

A presidente do Hospital de Angra do Heroísmo disse hoje esperar que em sede de inquérito a “verdade seja integralmente reposta” sobre o caso de eventual favorecimento numa operação de transporte de doentes.

“As acusações são gravíssimas e põem em causa a minha dignidade profissional, que sempre se pautou por servir a causa pública, tendo como pilares o Serviço Nacional de Saúde e o Serviço Regional da Saúde, de tal modo que em 2005 encerrei o meu consultório privado para me dedicar apenas e em exclusivo ao serviço público”, diz Olga Freitas, em missiva endereçada à agência Lusa.

Na terça-feira, o presidente do Governo dos Açores instruções para que seja aberto um inquérito “urgente” que, até fim do mês, esclareça se houve interferência da presidente do Hospital de Angra numa operação de evacuação de doentes.

“Considero, sem margem para dúvida, imperativo e imprescindível o apuramento detalhado e exaustivo de todas as circunstâncias que rodearam esta situação”, diz o despacho de Vasco Cordeiro.

Em causa está uma notícia do Diário dos Açores, reportando que a administradora do Hospital de Angra interferiu numa operação de evacuação de doentes, obrigando um helicóptero da Força Aérea a transportar um doente seu familiar da ilha de São Jorge, quando a equipa médica tinha optado por transportar, primeiro, um doente da Graciosa.

Hoje, Olga Freitas, que assina a nota como “cidadã e médica”, diz serem “profundamente injustas as acusações” que lhe são dirigidas “por pessoas que desconhecem os factos e razões”.

E concretiza: “Não cometi qualquer ilegalidade (…) não poderei deixar de cumprir o Juramento de Hipócrates, assim sempre que alguém solicitar o meu parecer, seja ele familiar ou não, não o vou recusar, tal como aconteceu naquela noite”.

O episódio, que terá sucedido em fevereiro de 2017, motivou uma queixa por escrito ao Serviço Regional de Proteção Civil e remetida para a secretaria da Saúde, que optou por não a remeter para a Inspeção Regional de Saúde, esclarece o jornal.

O PSD/Açores anunciou também já que vai requerer a audição do secretário da Saúde, pedindo um “esclarecimento cabal” da alegada interferência da presidente do Hospital de Angra “numa operação de evacuação de doentes para benefício de um familiar seu”.

Além da audição ao secretário regional da Saúde, Rui Luís, os sociais-democratas vão requerer também a audição na comissão de Assuntos Sociais do parlamento da presidente do Conselho de Administração do Hospital de Angra do Heroísmo, da médica reguladora, da médica da equipa de evacuação e do presidente do Serviço Regional de Proteção Civil dos Açores.

Regional

Revista de Imprensa Regional – terça-feira, 14 agosto 2018

Publicado

|

Açoriano Oriental:

– “Dormidas em hotéis estabilizam apesar do aumento de turistas”

– “Nova administração com missão de viabilizar o Grupo SATA”

– “Mais açorianos estão a deixar de fumar”

Correio dos Açores:

– “Mãe parte de Ponta Delgada com aperto no coração e ao chegar a Lisboa sabe da morte do filho”

– “Governo diz que o futuro da Azores Airlines não depende da privatização”

– “James Arthur teve ataque de ansiedade no palco do festival Monte Verde”

Diário dos Açores:

– “Investigação ao caso do ‘desvio’ do helicóptero – Secretário da Saúde ignorou pedido da proteção civil para abrir inquérito”

– “792 euros – temos o salário médio mais baixo do país”

– “Açores batem recorde de cruzeiros no 1.º semestre”

Diário Insular:

– “Blogs são meio de comunicação”

– “Descarga de esgotos na baía de Angra motiva queixas ambientais”

– “Orçamento Participativo tem mais propostas da Terceira”

Continuar a Ler

Regional

Alerta Amarelo : Previsão de chuva e trovoada em sete ilhas dos Açores

GACS

Publicado

|

Por

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA, verificando-se condições para a ocorrência de aguaceiros fortes e trovoadas também para o Grupo Central, emitiu o seguinte aviso:

Grupo Ocidental

Aviso AMARELO referente a:

PRECIPITAÇÃO

No período entre as 08H00 e as 18H00 de hoje, 14 de agosto.

Aguaceiros pontualmente fortes.

Aviso AMARELO referente a:

TROVOADA

No período entre as 08H00 e as 18H00 de hoje, 14 de agosto.

Grupo Central

Aviso AMARELO referente a:

PRECIPITAÇÃO

No período entre as 08H00 e as 18H00 de hoje, 14 de agosto.

Aguaceiros pontualmente fortes.

Aviso AMARELO referente a:

TROVOADA

No período entre as 08H00 e as 18H00 de hoje, 14 de agosto.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda que sejam tomadas, entre outras, as seguintes medidas de autoproteção:

Mantenha limpos os seus sistemas de drenagem, bem como os adjacentes à sua residência, alerte as autoridades competentes;

Não circule sem necessidade. Pode atrapalhar a circulação das forças de segurança ou cair em buracos ocultados por lençóis de água;

Em locais não pavimentados, as águas podem causar erosão dos solos, levando à queda de muros, taludes, postes, entre outros;

Estar atento às informações e indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

GaCS/SRPCBA

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Canárias e Finlândia investem no Festival Cordas na ilha do Pico, Açores

Publicado

|

Maija Kauhanen estreia em Portugal no Festival Cordas com o instrumento finlandês, o kantele

A terceira edição do Festival Cordas, músicas do mundo, recebe apoio internacional. Investimento das Canárias e da Finlândia programam duas noites de música no Auditório da Madalena.

A abertura do festival dá as boas vindas ao regresso de Beselch Rodriguez e Marco del Castillo, que participaram na primeira edição do festival. Desta vez, os músicos das Canárias vêm acompanhados por Germán López que vem reforçar a presença do Timple, o instrumento típico originário do arquipélago espanhol. Maija Kauhanen estreia em Portugal apresentando um típico e antigo instrumento de cordas do folclore finlandês, o Kantele, para o concerto de sábado à noite. Maija foi um dos sucessos musicais do Womex 2017, a maior feira de músicas do mundo.

O encerramento desta terceira edição é dedicado aos músicos dos Açores, que desde já estão todos convidados para o convívio, domingo à tarde, na MiratecArts Galeria Costa. O concerto final será no Auditório da Madalena e abraça as Violas dos Açores, um programa da Associação de Juventude Violas da Terra, liderado pelo mestre Rafael Carvalho. A viola de arame dos Açores, Viola da Terra, continua a ser o destaque e razão da criação deste festival que já ocupa lugar nas listas de festivais de músicas do mundo.

Com eventos marcados em localidades como o “Santuário dos Dragoeiros”, no Museu do Vinho, e ainda apresentações no “centro da terra” na Gruta das Torres, o Festival Cordas recebeu nomeações para Melhor Pequeno Festival, Melhor Programação e ainda Melhor Promoção Turística nos Prémios Ibéricos 2018, depois de ter conseguido ficar na lista dos TOP10 Melhores Novos Festivais na edição anterior.

O Festival Cordas é um projeto da associação MiratecArts e acontece de 12 a 16 de setembro, na ilha do Pico, Açores, com vários parceiros e apoio da Direção Regional do Turismo. Marta Guerreiro, Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo do Governo dos Açores, diz que “não se trata apenas de receber o mundo, mas de fazer dos Açores o centro do mundo, neste caso particular, a partir da ilha montanha e através da Miratecarts.” Para o programa que inclui 14 eventos musicais, eventos paralelos que visitam as escolas locais e ainda artista em residência, visite www.festivalcordas.com

Continuar a Ler

+ Populares