Connect with us

Desporto

I Liga 2018/19: Santa Clara quer manuntenção no regresso à I Liga

Agência Lusa

Publicado

|

O Santa Clara apresenta-se com o objetivo de assegurar a manutenção “o mais rápido possível”, no regresso à I Liga portuguesa de futebol, após 15 anos.

Este desígnio foi assumido pelo capitão da equipa açoriana Pacheco, o jogador mais antigo no clube, na apresentação oficial do Santa Clara, que, em três presenças, apenas uma vez, conseguiu manter-se no principal escalão, em 2001/02.

Essa meta tem sido assumida também pela direção do clube açoriano e pela equipa técnica, sendo que o treinador João Henriques, que orientou o Paços de Ferreira, assegurou que a equipa “está cada vez mais preparada” para a I Liga de futebol, dispondo atualmente de um plantel de 24 jogadores.

A equipa da ilha de São Miguel prepara-se para regressar à I Liga, no sábado, no terreno do Marítimo, depois de, na terça-feira, o Conselho de Disciplina ter absolvido o clube pela alegada falta de habilitações do treinador Carlos Pinto para, na época passada, orientar um clube da II Liga.

Este foi o segundo processo que colocou em causa a subida de divisão dos insulares, depois de o mesmo órgão federativo ter punido com multa o Santa Clara, pela não utilização de jogadores sub-23, após queixas de Académico de Viseu e União da Madeira.

Praticamente metade do plantel abandonou o clube, à exceção dos guarda-redes Serginho, Marco e Rodolfo, do defesa Kaio, dos médios Diogo Santos, Accioly, Osama Rashid, Pacheco, Minhoca e dos avançados Clemente, Pineda, Thiago Santana, Alfredo Stephens e Fernando.

A estes, juntaram-se 10 reforços, casos do guarda-redes João Lopes (ex-Portuguesa), dos defesas Rui Silva (ex-Sporting de Braga B), Fábio Cardoso (ex-Rangers), César Martins (ex-Juventude), João Lucas (ex-Leixões), Candé (ex-Omonia), e Patrick Vieira (ex-Vitória de Setúbal), dos médios Bruno Lamas (ex-Leixões) e Anderson Carvalho (ex-Tosno) e do avançado Zé Manuel (ex-Feirense).

Até ao fecho do mercado de transferências, no final do mês, o clube pretende contratar, pelo menos, mais três jogadores para fechar o plantel, procurando um médio e dois avançados.

Desporto

Sporting estreia-se na I Liga com vitória sobre o Moreirense

Agência Lusa

Publicado

|

O Sporting estreou-se hoje na I Liga portuguesa de futebol de 2018/19 com uma vitória por 3-1 no terreno do Moreirense, em jogo da primeira jornada.

A equipa da casa foi a primeira a marcar no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, por Heriberto (06 minutos), mas Bruno Fernandes igualou (16) antes do intervalo, e o holandês Bas Dost completou a reviaravolta, marcando por duas vezes (74 e 90+2), a primeira das quais de grande penalidade.

Com os três pontos conquistados, em Moreira de Cónegos, o Sporting junta-se no topo da classificação ao campeão FC Porto e a Benfica, Vitória de Setúbal, Marítimo, Feirense e Belenenses, que também iniciaram o campeonato a ganhar.

Continuar a Ler

Desporto

Santa Clara perde no último segundo

Publicado

|

O Santa Clara perdeu (1-0) no último segundo da compensação, na transformação de uma grade penalidade, em jogo da jornada inaugural da I Liga de futebol. Este encontro decorreu sem vídeoárbitro (VAR), face ao impedimento do árbitro Manuel Oliveira, que não conseguiu viajar para o Funchal.

Recorde-se que em comunicado, o Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) revelou que a “Liga de Clubes, responsável pela marcação de viagens e estadias das equipas de arbitragem que atuam nas competições profissionais, agendou a viagem dos árbitros para este sábado à noite”.

No entanto, o CA explica que as “condições atmosféricas adversas” inviabilizaram a viagem do juiz da Associação de Futebol do Porto e dos respetivos assistentes, o que ditou a sua substituição por um árbitro da segunda categoria (C2) que já estava na Madeira. Como os elementos da C2 não estão credenciados pelo International Board (IFAB) para o uso do vídeoárbitro, por isso o encontro decorreu sem recurso ao VAR.

“Face a este impedimento, o Conselho de Arbitragem nomeou a equipa C2 constituída por Anzhony Rodrigues (árbitro), Luís Freitas e Nuno Pereira (assistentes) e Roberto Santos (quarto árbitro), que se encontra na Madeira”, refere a nota publicada no sítio oficial da FPF.

Num jogo repartido pelas duas equipas o empate que se manteve até ao minuto 94 seria o resultado mais justo.

Continuar a Ler

Desporto

Jogo entre Marítimo e Santa Clara sem vídeoárbitro

Agência Lusa

Publicado

|

O jogo entre o Marítimo e o Santa Clara, da jornada inaugural da I Liga de futebol, está a decorrer sem vídeoárbitro (VAR), face ao impedimento do árbitro Manuel Oliveira, que não conseguiu viajar para o Funchal.

Em comunicado, o Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) revelou que a “Liga de Clubes, responsável pela marcação de viagens e estadias das equipas de arbitragem que atuam nas competições profissionais, agendou a viagem dos árbitros para este sábado à noite”.

No entanto, o CA explica que as “condições atmosféricas adversas” inviabilizaram a viagem do juiz da Associação de Futebol do Porto e dos respetivos assistentes, o que ditou a sua substituição por um árbitro da segunda categoria (C2) que já estava na Madeira. Como os elementos da C2 não estão credenciados pelo International Board (IFAB) para o uso do vídeoárbitro, o encontro vai realizar-se sem recurso ao VAR.

“Face a este impedimento, o Conselho de Arbitragem nomeou a equipa C2 constituída por Anzhony Rodrigues (árbitro), Luís Freitas e Nuno Pereira (assistentes) e Roberto Santos (quarto árbitro), que se encontra na Madeira”, refere a nota publicada no sítio oficial da FPF.

O jogo entre o Marítimo e o Santa Clara, que assinala a estreia das duas equipas neste campeonato, está a decorrer, no Estádio do Marítimo.

Acompanhe este jogo aqui

Continuar a Ler

+ Populares