Connect with us

Cultura / Eventos

Monte Verde Festival arranca na quinta-feira com James numa edição com novidades

Agência Lusa

Publicado

|

James, James Arthur, The Hives e Vini Vici são os cabeças de cartaz do Monte Verde Festival, que arranca na quinta-feira na Ribeira Grande, na ilha de São Miguel, com várias novidades na edição deste ano.

Jacinto Franco, da J&M Eventos, empresa organizadora do evento, aponta à agência Lusa que este ano o festival apresenta várias novidades, entre as quais a maior dimensão do recinto para fazer face à procura, que “tem sido superior aos anos anteriores”.

A bilheteira transita para o mercado da Ribeira Grande, visando facilitar o acesso do público ao recinto dos concertos e integrar ainda mais a iniciativa no comércio local.

Para além de os copos a utilizar serem orgânicos e recicláveis num festival “ainda mais verde”, o promotor refere que vai ser introduzida a possibilidade das pulseiras passarem a ser carregadas a partir de casa através do sistema RFID, sendo este o primeiro festival do país a adotar esta ferramenta.

Considerando este como o “melhor cartaz de sempre”, constituído por cerca de 30 artistas, Jacinto Franco afirma que este é “bastante eclético”, indo ao encontro de “todos os gostos e idades”, destacando nomes contemporâneos como James Arthur, Vini Vici, a par das bandas James e The Hives, para além de nomes nacionais.

Jacinto Franco declara que o festival tem um impacto muito grande na economia local, revelando que “são cerca de 200 mil euros que são gerados na cidade da Ribeira Grande nos dias em que ocorre, uma quantia considerável”.

O promotor do Monte Verde acrescentou que “do orçamento do festival, cerca de 350 a 400 mil euros ficam na região em empresas e na economia regional”.

Este ano, na sequência da aprovação do Cartão Jovem Municipal da Ribeira Grande, cujo município apoia a iniciativa, todos os ribeiragrandenses, com idades entre os 14 e os 35 anos poderão beneficiar de um valor fixo de 10 euros para os três dias do festival e de 5 euros por dia.

Na quinta-feira, o festival arranca com nomes como James, banda de rock britânica dos anos 1980 que atuou na última edição do Rock In Rio, em Lisboa, Beatbombers, Isaura e Supa Squad, enquanto na sexta-feira sobem ao palco James Arthur, Vini Vici, Profjam, Prisma, Souza, entre outros.

No domingo, último dia do festival, atuam The Hives, King John, Slow J e Tójó.

Cultura / Eventos

Biblioteca Pública João José da Graça, na Horta, realiza oficina “Como Contar uma História”

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através da Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, na Horta, promove, de 8 a 12 de julho, a realização da oficina “Como Contar uma História”.

Esta atividade, que se destina a crianças dos 6 aos 12 anos, decorre das 09h30 às 12h30, orientada pela formadora Paula Saraiva.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço www.culturacores.azores.gov.pt.

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Museu de Angra do Heroísmo promove concerto com o Quinteto de Carlos Alberto Moniz

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através do Museu de Angra do Heroísmo e no âmbito das comemorações do 70.º aniversário da sua criação oficial e do 50.º aniversário da sua instalação no Edifício de São Francisco, promove sábado, 30 de março, a realização de um concerto intitulado “Canções de Abril”, com o Quinteto de Carlos Alberto Moniz.

O concerto, com entrada livre, terá lugar na Igreja de Nossa Senhora da Guia, a partir das 21h30, retomando temas imortalizados pela Revolução dos Cravos, como ‘Trova do tempo que passa’ ou ‘Canta, canta, amigo canta’, a par de composições originais de Carlos Alberto Moniz e José Jorge Letria.

Para além de Carlos Alberto Moniz, na voz e viola, estarão em palco Domingos Silva (piano), Edu Miranda (bandolim e guitarra), João Ferreira (percussão) e Pedro Santos (acordeão).

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço www.culturacores.azores.gov.pt.

Fonte: GACS

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Biblioteca Pública Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, assinala Dia Nacional do Estudante

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, associa-se sexta-feira, 22 de março, às comemorações do Dia Nacional do Estudante.

A programação prevista para essa data, pelas 11H00, que também visa divulgar o Serviço de Leitura e Empréstimo Domiciliário, passa pela utilização do ‘Mannequin Challenge’, que consiste na realização de um vídeo onde um grupo de pessoas fica imóvel, como um manequim, durante um certo período de tempo.

Esta é uma forma de promover a interação dos leitores, nomeadamente os estudantes, com as atividades da biblioteca e de lhes dar a conhecer a Sala de Leitura e Empréstimo Domiciliário.

O Dia Nacional do Estudante foi promulgado pela Assembleia da República em 1987 e comemora-se anualmente a 24 de março.

A celebração da data pretende relembrar as dificuldades e os obstáculos enfrentados pelos estudantes na década de 60, aquando da crise académica vivida em Portugal.

Para além de uma homenagem aos estudantes, esta comemoração relembra que a Educação constitui um direito constitucional no nosso país.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço www.culturacores.azores.gov.pt.

Continuar a Ler

+ Populares