Connect with us

Regional

Governo dos Açores quer aumentar energias renováveis e reduzir combustíveis fósseis

Agência Lusa

Publicado

|

A diretora regional da Energia está satisfeita com a taxa de penetração das energias renováveis no sistema energético dos Açores, mas pretende aumentar este valor e reduzir a dependência da região de combustíveis fósseis.

Considerando que o arquipélago se encontra numa fase “muito interessante” face à integração de fontes renováveis no sistema elétrico, Andreia Carreiro declarou à agência Lusa que, apesar de satisfeita com os resultados atuais, pretende-se “muito mais através de uma maior integração destas [fontes renováveis], da redução da dependência externa de combustíveis fósseis e emissões com gases de estufa”.

Andreia Carreiro falava a propósito da Estratégia Açoriana para a Energia (EAE) 2030, da responsabilidade do Governo Regional dos Açores, cuja elaboração foi aprovada recentemente em Conselho do Governo, e que visa, segundo uma portaria publicada hoje no Jornal Oficial da região, a “garantia da segurança de abastecimento, a redução dos custos de energia e das emissões de gases de efeito de estufa”.

De acordo com o executivo açoriano, para se atingir estas metas serão tidos em consideração “três princípios orientadores”, tendo por base a suficiência energética, a eficiência energética, a descarbonização da eletricidade – através da substituição de fuelóleo e gasóleo por fontes de energia renovável – e a eletrificação de setores dependentes da importação de combustíveis fósseis.

Para o governo socialista dos Açores, pretende-se dotar a região de uma estratégia para a energia no horizonte 2030 que “responda às necessidades de uma região insular, arquipelágica e ultraperiférica” e “explore as potencialidades oferecidas pelos recursos endógenos, pelas novas tecnologias, alinhada com os compromissos nacionais e internacionais”.

Andreia Carreiro destacou que os Açores possuem um potencial endógeno “muito rico” para alcançar os objetivos a que se propõe no âmbito da EAE, através do aproveitamento das novas tecnologias, pretendendo-se obter “resultados excecionais” que permitam que a região seja um “exemplo para todo o mundo”.

A responsável admitiu que a geotermia vai continuar a desempenhar um papel importante nesta área, daí que tenha que continuar a ser valorizada, exemplificando que esta fonte de energia registou um crescimento de 14% no primeiro semestre deste ano.

A estratégia regional vai permitir desenvolver as políticas públicas no âmbito da energia em duas fases, a primeira das quais pretende “realizar o diagnóstico, estabelecer cenários e projeções no âmbito da energia para os Açores no horizonte 2030”.

A segunda fase da EAE contempla a aprovação dos respetivos objetivos e metodologias.

Para acompanhamento do processo de elaboração da EAE é criado um grupo de trabalho coordenado pelo diretor regional da Energia, envolvendo departamentos governamentais, a Associação de Municípios da Região Autónoma dos Açores, Câmara de Comércio e Indústria dos Açores, Universidade dos Açores, entidades inscritas no Registo Regional de Organizações Não Governamentais de Ambiente e Associação de Consumidores da Região dos Açores.

A Estratégia Açoriana para a Energia 2030 deve estar concluída no prazo máximo de 18 meses, contados da data de publicação da presente resolução.

Regional

Revista de Imprensa Regional – terça-feira, 14 agosto 2018

Publicado

|

Açoriano Oriental:

– “Dormidas em hotéis estabilizam apesar do aumento de turistas”

– “Nova administração com missão de viabilizar o Grupo SATA”

– “Mais açorianos estão a deixar de fumar”

Correio dos Açores:

– “Mãe parte de Ponta Delgada com aperto no coração e ao chegar a Lisboa sabe da morte do filho”

– “Governo diz que o futuro da Azores Airlines não depende da privatização”

– “James Arthur teve ataque de ansiedade no palco do festival Monte Verde”

Diário dos Açores:

– “Investigação ao caso do ‘desvio’ do helicóptero – Secretário da Saúde ignorou pedido da proteção civil para abrir inquérito”

– “792 euros – temos o salário médio mais baixo do país”

– “Açores batem recorde de cruzeiros no 1.º semestre”

Diário Insular:

– “Blogs são meio de comunicação”

– “Descarga de esgotos na baía de Angra motiva queixas ambientais”

– “Orçamento Participativo tem mais propostas da Terceira”

Continuar a Ler

Regional

Alerta Amarelo : Previsão de chuva e trovoada em sete ilhas dos Açores

GACS

Publicado

|

Por

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA, verificando-se condições para a ocorrência de aguaceiros fortes e trovoadas também para o Grupo Central, emitiu o seguinte aviso:

Grupo Ocidental

Aviso AMARELO referente a:

PRECIPITAÇÃO

No período entre as 08H00 e as 18H00 de hoje, 14 de agosto.

Aguaceiros pontualmente fortes.

Aviso AMARELO referente a:

TROVOADA

No período entre as 08H00 e as 18H00 de hoje, 14 de agosto.

Grupo Central

Aviso AMARELO referente a:

PRECIPITAÇÃO

No período entre as 08H00 e as 18H00 de hoje, 14 de agosto.

Aguaceiros pontualmente fortes.

Aviso AMARELO referente a:

TROVOADA

No período entre as 08H00 e as 18H00 de hoje, 14 de agosto.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda que sejam tomadas, entre outras, as seguintes medidas de autoproteção:

Mantenha limpos os seus sistemas de drenagem, bem como os adjacentes à sua residência, alerte as autoridades competentes;

Não circule sem necessidade. Pode atrapalhar a circulação das forças de segurança ou cair em buracos ocultados por lençóis de água;

Em locais não pavimentados, as águas podem causar erosão dos solos, levando à queda de muros, taludes, postes, entre outros;

Estar atento às informações e indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

GaCS/SRPCBA

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Canárias e Finlândia investem no Festival Cordas na ilha do Pico, Açores

Publicado

|

Maija Kauhanen estreia em Portugal no Festival Cordas com o instrumento finlandês, o kantele

A terceira edição do Festival Cordas, músicas do mundo, recebe apoio internacional. Investimento das Canárias e da Finlândia programam duas noites de música no Auditório da Madalena.

A abertura do festival dá as boas vindas ao regresso de Beselch Rodriguez e Marco del Castillo, que participaram na primeira edição do festival. Desta vez, os músicos das Canárias vêm acompanhados por Germán López que vem reforçar a presença do Timple, o instrumento típico originário do arquipélago espanhol. Maija Kauhanen estreia em Portugal apresentando um típico e antigo instrumento de cordas do folclore finlandês, o Kantele, para o concerto de sábado à noite. Maija foi um dos sucessos musicais do Womex 2017, a maior feira de músicas do mundo.

O encerramento desta terceira edição é dedicado aos músicos dos Açores, que desde já estão todos convidados para o convívio, domingo à tarde, na MiratecArts Galeria Costa. O concerto final será no Auditório da Madalena e abraça as Violas dos Açores, um programa da Associação de Juventude Violas da Terra, liderado pelo mestre Rafael Carvalho. A viola de arame dos Açores, Viola da Terra, continua a ser o destaque e razão da criação deste festival que já ocupa lugar nas listas de festivais de músicas do mundo.

Com eventos marcados em localidades como o “Santuário dos Dragoeiros”, no Museu do Vinho, e ainda apresentações no “centro da terra” na Gruta das Torres, o Festival Cordas recebeu nomeações para Melhor Pequeno Festival, Melhor Programação e ainda Melhor Promoção Turística nos Prémios Ibéricos 2018, depois de ter conseguido ficar na lista dos TOP10 Melhores Novos Festivais na edição anterior.

O Festival Cordas é um projeto da associação MiratecArts e acontece de 12 a 16 de setembro, na ilha do Pico, Açores, com vários parceiros e apoio da Direção Regional do Turismo. Marta Guerreiro, Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo do Governo dos Açores, diz que “não se trata apenas de receber o mundo, mas de fazer dos Açores o centro do mundo, neste caso particular, a partir da ilha montanha e através da Miratecarts.” Para o programa que inclui 14 eventos musicais, eventos paralelos que visitam as escolas locais e ainda artista em residência, visite www.festivalcordas.com

Continuar a Ler

+ Populares