Connect with us

Desporto

Sporting: “É a candidatura certa e a diferença está no seu líder” – João Benedito

Agência Lusa

Publicado

|

Foto: Sapo Desporto

O antigo atleta do Sporting João Benedito defendeu hoje que é o líder certo para comandar o futuro dos ‘leões’, caso seja eleito em 08 de setembro, salientando que o seu projeto é o caminho para os títulos.

Depois de ter confirmado na quarta-feira que não iria ser apenas “mais um” candidato, o ex-internacional português de futsal definiu também a equipa que o vai acompanhar, assim como a nova cultura que quer incutir e esclareceu que José Peseiro será o seu treinador.

“Não somos mais uma candidatura, não coloquem números nas candidaturas. Somos a candidatura certa para o Sporting. Temos um projeto diferenciado e essa diferença começa logo pelo seu líder”, começou por frisar.

Benedito acrescentou que no contexto desportivo não se desiste e que a sua equipa vai atrás de conquistas: “Este projeto foi desenvolvido para dar títulos ao Sporting”.

Na apresentação da candidatura, que decorreu em Lisboa, o oitavo candidato às eleições com o lema “Raça e Futuro”, definiu-se como um futuro gestor “à imagem dos campeões” do Sporting e com uma enorme vontade de triunfar.

“Chegou a hora de uma nova geração de atletas, mais preparada do que nunca, aplicar a sua cultura desportiva e profissional na condução dos destinos do clube, com a mesma determinação, foco e sede inesgotável de vencer. Queremos uma gestão à imagem dos campeões do Sporting, feito de esforço, dedicação, devoção e glória”, explicou.

Quanto à equipa que o acompanhará, João Benedito caracteriza a mesma como um “núcleo duro”, que se preparou bem e deu provas para poder trazer o sucesso ao clube de Alvalade.

“O núcleo duro, que me orgulho de liderar, é composto por vários campeões, com larga experiência enquanto dirigentes federativos e provas dadas na alta competição. É uma geração que atempadamente trabalhou e se preparou: Carlos Pereira, Ricardo Andorinho e Pedro Miguel Moura”, revelou em relação às escolhas para vice-presidentes.

O ex-jogador insistiu que a cultura que pretende passar será a de “vitórias e de títulos”, com pessoas que estiveram em campo e conquistaram troféus.

Para o fim deixou palavras para os treinadores dos Sporting, em especial para o técnico do futebol sénior, José Peseiro, e apelou ainda a uma campanha eleitoral que se destaque pela “elevação e valores” ‘leoninos’.

“Vamos dar as condições, as melhores condições, para que estas pessoas [treinadores] só se preocupem em ganhar. José Peseiro é o treinador do Sporting e é o nosso treinador”, concluiu.

Antes de João Benedito, já tinham anunciado que iriam concorrer às eleições do Sporting Bruno de Carvalho, presidente destituído, Carlos Vieira, Frederico Varandas, Dias Ferreira, Pedro Madeira Rodrigues, Zeferino Boal e Fernando Tavares Pereira.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto

Sporting estreia-se na I Liga com vitória sobre o Moreirense

Agência Lusa

Publicado

|

O Sporting estreou-se hoje na I Liga portuguesa de futebol de 2018/19 com uma vitória por 3-1 no terreno do Moreirense, em jogo da primeira jornada.

A equipa da casa foi a primeira a marcar no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, por Heriberto (06 minutos), mas Bruno Fernandes igualou (16) antes do intervalo, e o holandês Bas Dost completou a reviaravolta, marcando por duas vezes (74 e 90+2), a primeira das quais de grande penalidade.

Com os três pontos conquistados, em Moreira de Cónegos, o Sporting junta-se no topo da classificação ao campeão FC Porto e a Benfica, Vitória de Setúbal, Marítimo, Feirense e Belenenses, que também iniciaram o campeonato a ganhar.

Continuar a Ler

Desporto

Santa Clara perde no último segundo

Publicado

|

O Santa Clara perdeu (1-0) no último segundo da compensação, na transformação de uma grade penalidade, em jogo da jornada inaugural da I Liga de futebol. Este encontro decorreu sem vídeoárbitro (VAR), face ao impedimento do árbitro Manuel Oliveira, que não conseguiu viajar para o Funchal.

Recorde-se que em comunicado, o Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) revelou que a “Liga de Clubes, responsável pela marcação de viagens e estadias das equipas de arbitragem que atuam nas competições profissionais, agendou a viagem dos árbitros para este sábado à noite”.

No entanto, o CA explica que as “condições atmosféricas adversas” inviabilizaram a viagem do juiz da Associação de Futebol do Porto e dos respetivos assistentes, o que ditou a sua substituição por um árbitro da segunda categoria (C2) que já estava na Madeira. Como os elementos da C2 não estão credenciados pelo International Board (IFAB) para o uso do vídeoárbitro, por isso o encontro decorreu sem recurso ao VAR.

“Face a este impedimento, o Conselho de Arbitragem nomeou a equipa C2 constituída por Anzhony Rodrigues (árbitro), Luís Freitas e Nuno Pereira (assistentes) e Roberto Santos (quarto árbitro), que se encontra na Madeira”, refere a nota publicada no sítio oficial da FPF.

Num jogo repartido pelas duas equipas o empate que se manteve até ao minuto 94 seria o resultado mais justo.

Continuar a Ler

Desporto

Jogo entre Marítimo e Santa Clara sem vídeoárbitro

Agência Lusa

Publicado

|

O jogo entre o Marítimo e o Santa Clara, da jornada inaugural da I Liga de futebol, está a decorrer sem vídeoárbitro (VAR), face ao impedimento do árbitro Manuel Oliveira, que não conseguiu viajar para o Funchal.

Em comunicado, o Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) revelou que a “Liga de Clubes, responsável pela marcação de viagens e estadias das equipas de arbitragem que atuam nas competições profissionais, agendou a viagem dos árbitros para este sábado à noite”.

No entanto, o CA explica que as “condições atmosféricas adversas” inviabilizaram a viagem do juiz da Associação de Futebol do Porto e dos respetivos assistentes, o que ditou a sua substituição por um árbitro da segunda categoria (C2) que já estava na Madeira. Como os elementos da C2 não estão credenciados pelo International Board (IFAB) para o uso do vídeoárbitro, o encontro vai realizar-se sem recurso ao VAR.

“Face a este impedimento, o Conselho de Arbitragem nomeou a equipa C2 constituída por Anzhony Rodrigues (árbitro), Luís Freitas e Nuno Pereira (assistentes) e Roberto Santos (quarto árbitro), que se encontra na Madeira”, refere a nota publicada no sítio oficial da FPF.

O jogo entre o Marítimo e o Santa Clara, que assinala a estreia das duas equipas neste campeonato, está a decorrer, no Estádio do Marítimo.

Acompanhe este jogo aqui

Continuar a Ler

+ Populares