Connect with us

Cultura / Eventos

Arte corporal nos Açores recebe impulso internacional

Publicado

|

Fotos: Pedro Silva

A MiratecArts participou pela primeira vez no maior festival de arte corporal no mundo, World Bodypainting Festival, na Áustria, com o artista micaelense Vitor Oliveira. A participação, que recebeu louvores do júri e de muitos dos participantes de vários países, incentivou o artista e a associação a investirem mais no desenvolvimento desta arte no arquipélago dos Açores.

“Este impulso internacional, que veio de colegas do mundo da arte corporal do Brasil, do México, de toda a Europa e até da Ásia, incentivou para arrancarmos com um programa dedicado à arte corporal” diz Terry Costa, o diretor artístico da MiratecArts. “Sendo assim, o plano já está em movimento para CORPO BODY ART 2019, a acontecer na ilha do Pico, convidando artistas de todos os estilos de body art, incluindo bodypainting, tatuagens e piercings a participar.”

Quanto à sua primeira participação num evento internacional, o artista Vitor Oliveira conseguiu entrar no TOP 15 na categoria de Brush & Sponge. “Foi uma experiência muito gratificante” diz Vitor Oliveira. “Adquirir conhecimentos de várias culturas neste meio, conhecer dezenas de artistas de vários países e aprender sobre vários produtos, acabou por ser uma experiência única, muito produtiva.” A participação de Vitor Oliveira no maior evento de arte corporal, com artistas de 52 países, fica assim para a história da arte dos Açores. Sachin, bailarino de Nepal, foi a tela para a obra Chains Linking Oceans (Correntes Ligando Oceanos) captada por centenas de fotografos de todos os cantos do mundo, incluindo o picoense Pedro Silva, que também enquadrou na equipa discoverazores.eu que participou na Áustria.

As origens do termo Body Art surgiram no século passado quando o pintor, escultor e poeta Marcel Duchamp referenciou que “tudo pode ser usado como uma obra de arte”, inclusive o corpo. Além de Duchamp, podem ser considerados precursores da Body Art o francês Yves Klein, que usava corpos femininos como “pincéis vivos”, o americano Vito Acconci que usou o corpo como tema, material de trabalho e veículo para a expressão, e o italiano Piero Manzoni com suas esculturas móveis as quais ele designou de arte ambulante.

Cultura / Eventos

Biblioteca Pública Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, assinala Dia Nacional do Estudante

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, associa-se sexta-feira, 22 de março, às comemorações do Dia Nacional do Estudante.

A programação prevista para essa data, pelas 11H00, que também visa divulgar o Serviço de Leitura e Empréstimo Domiciliário, passa pela utilização do ‘Mannequin Challenge’, que consiste na realização de um vídeo onde um grupo de pessoas fica imóvel, como um manequim, durante um certo período de tempo.

Esta é uma forma de promover a interação dos leitores, nomeadamente os estudantes, com as atividades da biblioteca e de lhes dar a conhecer a Sala de Leitura e Empréstimo Domiciliário.

O Dia Nacional do Estudante foi promulgado pela Assembleia da República em 1987 e comemora-se anualmente a 24 de março.

A celebração da data pretende relembrar as dificuldades e os obstáculos enfrentados pelos estudantes na década de 60, aquando da crise académica vivida em Portugal.

Para além de uma homenagem aos estudantes, esta comemoração relembra que a Educação constitui um direito constitucional no nosso país.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço www.culturacores.azores.gov.pt.

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Açores associam-se às comemorações do Dia Mundial da Poesia

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através das Bibliotecas Públicas e Arquivos Regionais sob a sua tutela, associa-se às comemorações do Dia Mundial da Poesia, que se celebra anualmente a 21 de março.

Na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada está patente até 31 de março uma mostra de originais de cartas de amor e de manuscritos poéticos pertencentes ao acervo documental da instituição, e que se destina a comemorar conjuntamente o Dia de São Valentim, assinalado a 14 de fevereiro, e o Dia Mundial da Poesia.

Entre os documentos expostos estão cartas e poemas escritos por algumas personalidades ilustres da cultura, como Natália Correia, Vitorino Nemésio, Teófilo Braga e Almeida Garrett.

Com o objetivo de aproximar a poesia dos utilizadores da Biblioteca, será também apresentado um “varal de poesia”, com cópias das transcrições dos manuscritos poéticos expostos e de outros autores, convidando quem passa a ‘colher’ um poema.

Por seu lado, a Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, associa-se a estas comemorações, promovendo a realização de várias atividades.

Na quinta-feira, 21 de março, pelas 21h00, terá lugar a iniciativa “Poemas DiVersos”, que inclui a leitura de seis poetas contemporâneos por António Braga, Cláudia Cardoso, Dulce Brasil, Luís Peixoto, Nélio Lourenço e Sandra Garcia, e a realização do concerto “Florbela Espanca em Fado”, com Fábio Ourique, Tiago Lima, Pedro Morais e Paulo Cunha, num momento em que se recordarão o 125.º aniversário do nascimento da poetisa.

Para além deste evento, a Biblioteca promove, de hoje até 23 de março, a realização de uma mostra de livros de poesia que visa dar a conhecer e divulgar este género literário junto dos leitores.

Fonte: GACS

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Museu Carlos Machado promove ‘Oficina de Fusing’ e ‘Domingo em Família no Museu’

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através do Museu Carlos Machado e em parceria com a Cresaçor, promove, a 23 e 30 de março e a 6 de abril, a realização de uma oficina intitulada ‘Fusing – A Arte de Trabalhar o Vidro’, baseada na coleção de Artes Decorativas do Museu.

A iniciativa, que decorre das 9h30 às 12h30 e das 13h30 às 16h30, no Núcleo de Santa Bárbara, em Ponta Delgada, é orientada por Jeremias Tavares.

Nesta oficina, os participantes vão aprender diferentes técnicas de trabalhar o vidro, nomeadamente corte, transferência de imagem, isolamento de moldes, uso de separadores e pó desmoldante, e terão oportunidade de criar diversas peças, que serão cozidas no ateliê do formador.

Esta atividade, com uma duração total de 18 horas, tem um número máximo de oito participantes, com idade superior a 16 anos.

Para mais informações, os interessados devem contactar o Serviço Educativo do Museu, através do telefone 296 202 930.

Para além desta oficina, o Museu Carlos Machado, também em parceria com a Cresaçor, promove, a 31 de março, das 15h00 às 17h00, no Núcleo de Santo André, a realização da atividade “Tapetes Efémeros III”, inserida no projeto “Domingo em Família no Museu”.

Esta atividade tem como ponto de partida a coleção de Etnografia Regional do Museu e a obra ‘Caligrafia # 1’, de Catarina Branco, num diálogo entre as raízes culturais açorianas e a contemporaneidade.

Para mais informações, os interessados devem contactar o Serviço Educativo do Museu, através do telefone 296 202 930.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço www.culturacores.azores.gov.pt.

Fonte: GACS

Continuar a Ler

+ Populares