Connect with us

Regional

Vasco Cordeiro anuncia cursos de formação no setor turístico em todas as ilhas

GACS

Publicado

|

O Presidente do Governo dos Açores inaugurou hoje o novo Posto de Turismo da Graciosa, em Santa Cruz, onde anunciou a realização de cursos de formação profissional neste setor, que arrancarão no final da época alta, abrangendo todas as ilhas da Região.

 

“Esta é uma medida que chegará a todas as ilhas do arquipélago, através da qual se dá mais um importante passo na resposta complementar às necessidades verificadas face ao aumento da atividade e, por conseguinte, da procura que se regista ao nível de recursos humanos qualificados”, afirmou Vasco Cordeiro.

No primeiro dia da visita estatutária à Graciosa, o Presidente do Governo adiantou que, nesse sentido, a Escola de Formação Turística e Hoteleira se encontra a finalizar o plano para a realização de sete cursos, que arrancarão no final da época alta, em áreas como cozinha base e avançada, restaurante, ‘softskills’ vocacionadas para o cliente externo e interno, marketing digital e ‘housekeeping’.

Estes cursos, segundo Vasco Cordeiro, resultam do levantamento das necessidades de formação que foi feito por ilha, em conjunto com as Câmaras Municipais, as Câmaras de Comércio e algumas associações empresariais.

“Tudo isto contribui para a qualificação de um setor que, também fruto de um crescimento a um ritmo sem paralelo na sua história, necessita de reforçar a aposta na formação dos recursos humanos, quer relativamente à entrada de novos profissionais na atividade, quer com formação orientada para a atualização de competências ou para a reconversão profissional”, sublinhou.

De acordo com Vasco Cordeiro, já foi, assim, estabelecida uma parceria com o Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo e com a AHRESP, com vista à implementação de um Programa de Sensibilização para uma Cultura de Serviço e de um Programa de Qualificação do Património Gastronómico dos Açores – este último, já em curso.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo salientou, por outro lado, que, quando se constata o bom momento em que vive o turismo nos Açores, é necessário ter em conta a sua linha orientadora máxima, que tem a ver com a sustentabilidade económica, ambiental e social deste setor.

“Todas estas componentes da sustentabilidade contribuem para o cabal aproveitamento dos benefícios que o setor traz para a nossa Região, mas, sobretudo, para que esse crescimento possa perdurar no tempo e não seja apenas algo que se limite a um determinado período”, frisou.

Nesse sentido, Vasco Cordeiro salientou que esta sustentabilidade tem de ter em conta a sustentabilidade económica dos investimentos feitos nesta área, a sustentabilidade social, que deriva de uma ação diligente, concertada e sem qualquer receio quanto aos desafios que permanecem ao nível da qualidade do emprego, assim como a sustentabilidade ambiental, que garante as condições para a Região continuar a ter um ativo que reverta em benefício do seu desenvolvimento.

Relativamente ao Posto de Turismo da Graciosa, Vasco Cordeiro adiantou que se enquadra num processo gradual de qualificação das infraestruturas públicas que o Governo dos Açores está a implementar em toda a Região.

“Nesse sentido, está a ser desenvolvido um processo de renovação da imagem e do conceito dos postos de turismo, num investimento estimado em cerca de um milhão de euros, possibilitando que o nosso destino se qualifique ainda mais através de uma imagem forte, singular e consolidada, que assegure a implementação de uma rede integrada, contemporânea e consentânea com as diretrizes do turismo dos Açores”, disse.

Além disso, está a ser feito um investimento na contratação de recursos humanos para os Postos de Turismo da Região, para os quais decorrem procedimentos de contratação para 19 colaboradores, privilegiando a estabilidade do quadro de funcionários.

Seguir-se-á o imprescindível investimento na componente formativa de quem faz a receção dos turistas, juntamente com o desenvolvimento de novos conteúdos disponibilizados também através de novas tecnologias, referiu Vasco Cordeiro.

Regional

Detenção de abusador sexual em Santa Maria – PJ

Publicado

|

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, identificou e deteve um indivíduo do sexo masculino, pela presumível prática do crime de abuso sexual de criança, na sua forma agravada, de que foi vítima uma menina de 4 anos de idade.

Os abusos ocorreram no passado mês de setembro, na ilha de Santa Maria, num contexto de proximidade familiar.

O suspeito aproveitou o facto de ter ficado com a guarda da criança, por escassos dias, para a molestar sexualmente.

O detido, com 49 anos de idade, funcionário autárquico, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida coativa de prisão preventiva.

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Conversa literária na Caloura assinala 270 anos da chegada dos Açorianos a Santa Catarina

GACS

Publicado

|

Por

O Governo dos Açores promove sábado, 20 de outubro, pelas 18H00, no Centro Cultural da Caloura, em São Miguel, a realização da iniciativa ‘Conversa à volta das letras’, subordinada ao tema ‘Açores e Santa Catarina: aproximações literárias’.

Esta ‘conversa’ sobre a literatura de expressão açoriana e a influência dos Açores na produção literária santa catarinense conta com a presença do Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas, Rui Bettencourt, e tem como oradores os escritores e professores universitários Lélia Nunes, de Santa Catarina, no Brasil, e do açoriano Vamberto Freitas, estando a moderação a cargo de Aníbal Pires.

O programa do evento inclui ainda um momento musical com Ricardo Melo, músico açoriano e professor de Educação Musical, que tem contribuído para o estudo, difusão e gosto pela Viola da Terra.

Esta iniciativa, de entrada livre e aberta a todos os interessados, integra as comemorações do 270.º aniversário da presença açoriana em Santa Catarina e insere-se nas atividades no âmbito do Ano Europeu do Património Cultural 2018.

O ano de 2018 foi declarado ‘Ano dos Açores’ em Florianópolis, reconhecendo o contributo da presença açoriana e do seu legado cultural para o desenvolvimento desta cidade e do Estado de Santa Catarina, onde a 22 de fevereiro de 1748 desembarcaram os primeiros Açorianos que emigraram para este Estado do sul do Brasil.

Após 270 anos, as marcas da presença açoriana no património material e imaterial são bem visíveis, nomeadamente na literatura, bem como a dinâmica de várias organizações que desenvolvem diversas iniciativas em prol da Açorianidade em Santa Catarina.

Continuar a Ler

Regional

Vasco Cordeiro reeleito Presidente de organização que representa 150 regiões europeias

GACS

Publicado

|

Por

Foto: GACS

O Presidente do Governo dos Açores foi reeleito, por unanimidade e aclamação, para um terceiro mandato como Presidente da Conferência das Regiões Periféricas e Marítimas da Europa (CRPM), organização que representa cerca de 150 regiões europeias, congregando um total de 200 milhões de habitantes.

A reeleição de Vasco Cordeiro para um novo mandato de dois anos decorreu esta quinta-feira, no Funchal, no órgão de direção política da CRPM, que reúne um representante por Estado, no âmbito da 46.ª Assembleia Geral desta organização.

O Presidente do Governo dos Açores assumiu pela primeira vez a presidência da CRPM em 2014, na cidade sueca de Umeå, tendo sido reeleito, por unanimidade, em 2016, na Assembleia-Geral que decorreu em Ponta Delgada.

Com esta reeleição foram também indicados os novos Vice-Presidentes da CRPM que acompanharão Vasco Cordeiro na execução do seu terceiro mandato, oriundos de regiões da Noruega, Grécia, Suécia, Holanda, Itália e Roménia, assim como foi definida a nova composição do órgão de direção política da organização.

Na proposta eleitoral que apresentou às cerca de 150 regiões que compõem a CRPM, Vasco Cordeiro comprometeu-se com a “defesa intransigente dos interesses das regiões periféricas e marítimas da Europa e dos princípios inspiradores da ação conjunta, como contributo para uma ação europeia que respeite a subsidiariedade e a proporcionalidade, bem como a governação multinível e o poder regional”.

A CRPM tem por missão a defesa dos interesses dos seus membros junto de instituições nacionais e europeias, através da promoção da coesão económica, social e territorial e do poder regional na Europa, bem como do reforço da dimensão periférica e marítima da Europa.

Nesse sentido, a CRPM tem desenvolvido um amplo trabalho de desenvolvimento de políticas e influência junto das instituições comunitárias, com particular incidência para as Políticas de Coesão, Política Marítima Integrada, Política de Transportes e Estratégias Macro-Regionais.

Continuar a Ler

+ Populares