Connect with us

Desporto

Ronaldo na Juventus por quatro épocas

Publicado

|

Cristiano Ronaldo vai ser jogador da Juventus nas próximas quatro temporadas.




O Real Madrid já emitiu um comunicado dando conta da transferência, “O Real Madrid C. F. comunica que, de acordo com a vontade e pedido expressos pelo jogador Cristiano Ronaldo, concordou em transferi-lo para a Juventus F. C.”, agradecendo ao jogador “que provou ser o melhor do mundo e que marcou um dos momentos mais brilhantes da história do nosso clube e do futebol mundial”.

Segundo o Record on-line, Ronaldo vai receber 120 milhões de euros ao longo das quatro épocas, 30 milhões por cada temporada.

Chega assim ao fim um ciclo de 9 anos em que marcou 450 golos em 438 jogos com a camisola do Real Madrid, tornando-se no melhor marcador da história do clube.

Fonte ligada ao clube italiano disse à 105 FM que os preparativos para a apresentação de CR7 já estão a decorrer, estando prevista para segunda-feira.

Cristiano Ronaldo: “Estes anos no Real Madrid, e nesta cidade de Madrid, foram possivelmente os mais felizes da minha vida.

“Eu só tenho sentimentos de enorme gratidão por este clube, pelos torcedores e por esta cidade. Só posso agradecer a todos pelo amor e carinho que recebi. No entanto, acredito que chegou a hora de abrir um novo capítulo da minha vida e é por isso que pedi ao clube para aceitar a minha transferência. É assim que me sinto e peço a todos, especialmente aos nossos apoiantes, que me compreendam. “

Continuar a Ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto

Festa francesa e confrontos com a polícia em Paris

Publicado

|

Foto: Ludovic MARIN / AFP

Comemorações em Paris acabaram em confusão com a polícia



Após a vitória da França no Campeonato do Mundo, as comemorações em Paris acabaram em confusão com a polícia na famosa avenida Champs-Élysées, onde centenas de milhares de pessoas comemoraram a vitória francesa.

Segundo a agência AFP, cerca de trinta jovens, alguns encapuzados, assaltaram uma loja roubando garrafas de vinho e champanhe. Os assaltantes foram dispersados pela Avenida Marceau por fortes doses de gás lacrimogénio lançadas pela polícia.

Continuar a Ler

Desporto

Mundial2018: França campeã mundial pela segunda vez, ao bater Croácia na final

Agência Lusa

Publicado

|

Reprodução / Twitter Fifa / Arquivo

A França sagrou-se hoje campeã mundial de futebol pela segunda vez na sua história, 20 anos depois, ao vencer a Croácia por 4-2, na final da 21.ª edição da prova, disputada no Estádio Luzhniki, em Moscovo.



Mario Mandzukic (18 minutos), na própria baliza, Antoine Griezmann (38), de grande penalidade, Paul Pogba (59) e Kylian Mbappé (65) apontaram os tentos dos franceses, enquanto Ivan Perisic (28) e Mandzukic (69) faturaram para os croatas.

Os gauleses tornar-se a sexta seleção a ‘bisar’ o título mundial, depois de Itália, Uruguai, Brasil, Alemanha e Argentina, sendo que conquistaram o primeiro fora, depois do triunfo em solo gaulês, em 1998, selado com um 3-0 ao Brasil na final.

A final do Mundial não registava tantos golos desde 1966, há 52 anos, quando a anfitriã Inglaterra superou a RFA por 4-2, após prolongamento, sendo que o recorde, de 1958 (5-2 do Brasil à Suécia), ficou apenas a um tento.

Continuar a Ler

Desporto

Mundial2018: França e Croácia disputam hoje o ambicionado troféu

Agência Lusa

Publicado

|

Foto: © Getty Images

As seleções de França e Croácia disputam hoje a final da edição de 2018 do Mundial de futebol, em Moscovo, a qual o favoritismo pende para os franceses, frente a uma Croácia aparentemente mais desgastada.



Os gauleses demonstraram ao longo do torneio ser um conjunto muito compacto a defender, mas também com poder ofensivo quando a isso foram obrigados, tendo apenas empatado o terceiro jogo da primeira fase com a Dinamarca, o único 0-0 até ao momento e com as duas formações já apuradas para os oitavos de final.

Na fase a eliminar, a equipa francesa, que está desejosa de fazer esquecer a derrota de há dois anos na final do ‘seu’ Europeu frente a Portugal, não teve de disputar qualquer prolongamento, afastando sucessivamente Argentina (4-3), Uruguai (2-0) e Bélgica (1-0).

Do outro lado, surge uma Croácia claramente mais desgastada, seleção que chega a esta final com menos um dia de descanso e com mais 90 minutos de jogo, depois de ter disputado prolongamentos nos três jogos a eliminar.

Igualmente ansiosa por se ‘vingar’ das meias-finais perdidas há 20 anos para a França, a Croácia ultrapassou dois prolongamentos com desempates por penáltis frente à Dinamarca (1-1ap e 3-2gp) e à Rússia (2-2ap e 4-3gp) e vitória no prolongamento frente à Inglaterra (2-1).

O encontro de hoje está marcado para as 16:00 (horas portuguesas), no estádio Luzhniki, em Moscovo, e será dirigido pelo árbitro argentino Nestor Pitana.

Continuar a Ler

+ Populares