Connect with us

Cultura / Eventos

Milhares nas festas do Espírito Santo de Ponta Delgada para partilharem da massa e do leite

Agência Lusa

Publicado

|

Foto: Câmara Municipal de Ponta Delgada

Milhares de pessoas concentraram-se hoje no palco principal das Grandes Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, as Portas da Cidade, para usufruírem da distribuição gratuita da massa sovada e de um copo de leite.

Esta é uma tradição que se renova nesta décima quinta edição das festividades do Espírito Santo, cuja essência é a partilha, solidariedade e igualdade, entre outros valores cristãos.

E foi no âmbito do espírito da dádiva que foram distribuídas também 55 pensões a várias instituições particulares de solidariedade social e servidas mais de 13.000 sopas, no sábado, no Campo de São Francisco.

Enquanto aguardavam pela massa e leite, milhares de açorianos oriundos de várias ilhas, a par de emigrantes e turistas, usufruíam dos cantares dos grupos de foliões, enquanto outros apreciaram o quarto do Espírito Santo montado no edifício da Câmara Municipal de Ponta Delgada, onde estão representados as 24 freguesias e os inúmeros Impérios do concelho, através de 97 coroas e 107 bandeiras.

Também no edifício dos Paços do Concelho, realizou-se o concurso de massa sovada, que teve como juízes os membros da Confraria de Gastrónomos dos Açores, sendo que dos 22 bolos de massa sovada que foram a concurso o primeiro lugar foi atribuído a Santa Clara, seguida das freguesias de Candelária e São José.

O presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, que é o mordomo das festas, destacou à Lusa a “mobilização máxima” de todas a freguesias nesta que é uma “festa do povo pelo povo”, bem com a riqueza que os emigrantes da diáspora atribuem às festividades “vivendo e revivendo a sua infância”, a par da “passagem de testemunho” a filhos e netos nos Estados Unidos e no Canadá.

O autarca destacou ainda a “surpresa e deslumbramento” dos turistas com esta “manifestação de identidade cultural”, bem como a presença do Nobel da Paz Ximenes Belo.

No âmbito das XV Grandes Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada foi lançado, na Igreja Matriz, o segundo volume de “Missionários Açorianos em Timor-Leste”, da autoria de Ximenes Belo.

Para José Manuel Bolieiro, este é um “ato de cultura e de reconhecimento” que enaltece o povo açoriano, um povo que se destacou no país e no mundo, também por via da missionação e da promoção humana em Timor-Leste, como lembra a obra do Prémio Nobel da Paz.

A propósito do bodo de leite que se realizou na manhã de domingo, José Manuel Bolieiro sublinhou a “partilha, inclusão e, sobretudo, a igualdade” das festas, independentemente da condição social e económica, fazendo assim “todos prova da partilha comum”.

O autarca destacou a dimensão destas festas desde a mais remota freguesia dos Açores à mais conhecida, do Corvo a Santa Maria, passando pelas “ilhas da diáspora”, como símbolo da açorianidade.

Hoje, pelas 16:00 dos Açores (menos uma do que em Lisboa), começa a Grande Coroação dos Impérios do Espírito Santo do concelho de Ponta Delgada, que integra 97 coroas e 107 Bandeiras, além de 12 bandas filarmónicas e delegações convidadas, que este ano são Casa do Triângulo, elementos dos Estados Unidos da América, Canadá e Alenquer, bem como o Grupo de Inclusão Social.

Cultura / Eventos

Museu de Angra do Heroísmo promove concerto com o Quinteto de Carlos Alberto Moniz

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através do Museu de Angra do Heroísmo e no âmbito das comemorações do 70.º aniversário da sua criação oficial e do 50.º aniversário da sua instalação no Edifício de São Francisco, promove sábado, 30 de março, a realização de um concerto intitulado “Canções de Abril”, com o Quinteto de Carlos Alberto Moniz.

O concerto, com entrada livre, terá lugar na Igreja de Nossa Senhora da Guia, a partir das 21h30, retomando temas imortalizados pela Revolução dos Cravos, como ‘Trova do tempo que passa’ ou ‘Canta, canta, amigo canta’, a par de composições originais de Carlos Alberto Moniz e José Jorge Letria.

Para além de Carlos Alberto Moniz, na voz e viola, estarão em palco Domingos Silva (piano), Edu Miranda (bandolim e guitarra), João Ferreira (percussão) e Pedro Santos (acordeão).

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço www.culturacores.azores.gov.pt.

Fonte: GACS

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Biblioteca Pública Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, assinala Dia Nacional do Estudante

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, associa-se sexta-feira, 22 de março, às comemorações do Dia Nacional do Estudante.

A programação prevista para essa data, pelas 11H00, que também visa divulgar o Serviço de Leitura e Empréstimo Domiciliário, passa pela utilização do ‘Mannequin Challenge’, que consiste na realização de um vídeo onde um grupo de pessoas fica imóvel, como um manequim, durante um certo período de tempo.

Esta é uma forma de promover a interação dos leitores, nomeadamente os estudantes, com as atividades da biblioteca e de lhes dar a conhecer a Sala de Leitura e Empréstimo Domiciliário.

O Dia Nacional do Estudante foi promulgado pela Assembleia da República em 1987 e comemora-se anualmente a 24 de março.

A celebração da data pretende relembrar as dificuldades e os obstáculos enfrentados pelos estudantes na década de 60, aquando da crise académica vivida em Portugal.

Para além de uma homenagem aos estudantes, esta comemoração relembra que a Educação constitui um direito constitucional no nosso país.

A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço www.culturacores.azores.gov.pt.

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Açores associam-se às comemorações do Dia Mundial da Poesia

Publicado

|

A Direção Regional da Cultura, através das Bibliotecas Públicas e Arquivos Regionais sob a sua tutela, associa-se às comemorações do Dia Mundial da Poesia, que se celebra anualmente a 21 de março.

Na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada está patente até 31 de março uma mostra de originais de cartas de amor e de manuscritos poéticos pertencentes ao acervo documental da instituição, e que se destina a comemorar conjuntamente o Dia de São Valentim, assinalado a 14 de fevereiro, e o Dia Mundial da Poesia.

Entre os documentos expostos estão cartas e poemas escritos por algumas personalidades ilustres da cultura, como Natália Correia, Vitorino Nemésio, Teófilo Braga e Almeida Garrett.

Com o objetivo de aproximar a poesia dos utilizadores da Biblioteca, será também apresentado um “varal de poesia”, com cópias das transcrições dos manuscritos poéticos expostos e de outros autores, convidando quem passa a ‘colher’ um poema.

Por seu lado, a Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo, associa-se a estas comemorações, promovendo a realização de várias atividades.

Na quinta-feira, 21 de março, pelas 21h00, terá lugar a iniciativa “Poemas DiVersos”, que inclui a leitura de seis poetas contemporâneos por António Braga, Cláudia Cardoso, Dulce Brasil, Luís Peixoto, Nélio Lourenço e Sandra Garcia, e a realização do concerto “Florbela Espanca em Fado”, com Fábio Ourique, Tiago Lima, Pedro Morais e Paulo Cunha, num momento em que se recordarão o 125.º aniversário do nascimento da poetisa.

Para além deste evento, a Biblioteca promove, de hoje até 23 de março, a realização de uma mostra de livros de poesia que visa dar a conhecer e divulgar este género literário junto dos leitores.

Fonte: GACS

Continuar a Ler

+ Populares