Connect with us

Entrevistas

Associação HELPO – ENTREVISTA A ANTÓNIO PERES METELO

Publicado

|

ANTÓNIO PERES METELO Associação HELPO

 

A Helpo é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento, de Direito Português, de cooperação e solidariedade internacional, nascida em Novembro de 2004. Intervimos junto de países desfavorecidos, movendo esforços na área do desenvolvimento humano, económico e social, através de intervenções directas no terreno e indirectas dando apoio a instituições locais. Levamos a cabo programas de apoio continuados, projectos de assistência, ajuda humanitária, desenvolvimento comunitário, educação para o desenvolvimento e desenvolvimento humano.

Temos como principal programa o Apadrinhamento de Crianças à Distância, que nos permite, de momento, apoiar mais de 4,500 crianças em idade escolar e pré-escolar em Moçambique e São Tomé e Príncipe (para mais informações poderá consultar o site da Helpo em www.helpo.pt).   Servimo-nos, para a concretização das nossas actividades, da colaboração dos nossos parceiros, associados, funcionários, padrinhos e voluntários cuja motivação se coadune com a Visão, Missão e Valores da Organização.

Visão

A Visão da Organização reside: – Na melhoria da condição da população e grupos desfavorecidos do Sul do Mundo, na senda do desenvolvimento económico, social e humano partindo da perspectiva particular para um nível comunitário e um âmbito sempre mais global e abrangente; – E numa consciencialização efectiva do Norte do Mundo acerca destas problemáticas desenhando um caminho comum que leve à sua resolução.

Missão

A Missão que pretende tornar tangível a nossa Visão é a realização de actividades de assistência primária, projectos educativos, formativos, estruturais e de geração de rendimento, que permitam a capacitação dos indivíduos e grupos das populações locais partindo da convicção de que o conhecimento e a utilização de ferramentas adequadas possibilitam o desfrutar de uma condição mais elevada e de uma vida mais digna.

Trabalhamos juntamente com as comunidades, procurando motivar e catalisar um processo de desenvolvimento intrínseco que garanta a sua própria sustentabilidade.

Acreditamos e agimos na a implementação da educação para o desenvolvimento e amadurecimento do desenvolvimento humano da população, como base para a aceitação da diferença, consciencialização e mobilização da sociedade civil no sentido de participar na resolução dos problemas sociais globais.

Valores

Os vectores de intervenção, que em parte decorrem da aplicação do Programa de Apadrinhamento de Crianças à Distância (PACD), centram-se na assistência alimentar, educativa, estrutural, sanitária, empowerment, geração de rendimento próprio, educação para o desenvolvimento, desenvolvimento humano e ajuda humanitária e de emergência.

Partindo do apoio individual de um padrinho a uma criança, procuramos multiplicar os efeitos desse apoio, difundindo-o ao nível dos grupos em que cada criança se insere (turma, escola, comunidade), podendo assim proporcionar um desenvolvimento consolidado efectivo no ambiente em que as crianças se desenvolvem, sem aprofundar desigualdades mas antes elevando a própria comunidade a uma condição de vida mais digna e mais próxima de oportunidades reais.

Entrevistas

28 ANOS DOS PASSOS PESADOS – ENTREVISTA TONI PIMENTEL

Publicado

|

PASSOS PESADOS ENTREVISTA TONI PIMENTEL

 

Os Passos Pesados são um dos símbolos da década de 90, muito fértil na música ‘made in’ Açores, e estão a ssinal os seus 28 anos de existência.

A 105 FM esteve à conversa com Toni Pimentel ,guitarrista, vocalista e compositor, é o líder dos “Passos Pesados”.

Não percas esta festa! Sábado dia 30 Março, na esplanada do Bar “TÃ GENTE” – Travessa do Aljube

Continuar a Ler

Entrevistas

ENTREVISTA HÉLIO JORGE VIEIRA

Publicado

|

ENTREVISTA Hélio Jorge Vieira

 

Hélio Jorge Vieira nasceu nos Açores, na ilha Terceira onde nasceu, vive e desenvolve há muitos anos a actividade de jornalista. Licenciado em História despertou para o gosto da cozinha e tem participado em diversos concursos neste âmbito. O que mais o desperta na culinária é a tradição dos pratos açorianos tradicionais e o que pode fazer-se em termos de inovação sem que se coloque em causa o genuíno do que é único. Por estes dias lançou um site https://cozinhaacoriana.pt e uma página no facebook:  https://www.facebook.com/cozinhaacoriana primeiro passo de um projecto que irá trazer um livro e, depois, um canal no Youtube.

O Investinterceira decidiu ouvir o autor que meteu mãos-à-obra num campo em que há muito para fazer.

Concurso Mesa dos Portugueses 2017
Local: Teka, Parque das Nações, Lisboa

Continuar a Ler

Cultura / Eventos

Patrícia Villas expõe “Rascunhos” no Museu Municipal da Ribeira Grande – ENTREVISTA

Publicado

|

LUÍS COSTA PATRICIA VILLAS

 

Inaugura este sábado, às 19.00 horas, no Museu Municipal da Ribeira Grande, a exposição de desenho de Patrícia Villas, intitulada “Rascunhos”, mostra onde estarão em exposição nove telas com desenhos da artista.

Desde tenra idade que Patrícia Villas tem desenvolvido uma grande paixão pelas artes, variando entre a música, a dança, a pintura e o desenho. Em 2014/2015, por sugestão da sua amiga Teresa Viveiros, surgiu a ideia de ter aulas de pintura com o professor Victor Almeida, resultando daí as suas primeiras participações em exposições coletivas.

Em 2016, iniciou aulas de desenho com a professora e designer Vanessa Branco com o intuito de desenvolver e melhorar as suas técnicas neste género de arte.

Ainda em 2016/2017, teve a oportunidade de expor os seus trabalhos de pintura na Casa de Chá Pés Verdes, na sala de exposições do hospital Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, e no Museu Municipal da Ribeira Grande.

Continuar a Ler

+ Populares